PAGE-TYPE=single

Vitamina D: bebês precisam receber suplementação

A vitamina deve ser dada já nos primeiros dias de vida. Converse com o pediatra
0 Comentários

Pesquisadores americanos entrevistaram 184 mulheres que estavam amamentando e descobriram que a maioria não dava suplementos de vitamina D diariamente para seus bebês.

Como o leite materno tem baixos níveis de vitamina D, a Academia Americana de Pediatria (AAP) recomenda que as crianças amamentadas exclusivamente com leite materno e aquelas que são alimentadas com fórmulas infantis em pó, recebam 400 unidades internacionais (UI) de vitamina D por dia, começando nos primeiros dias de vida.

+A partir de quando o bebê pode tomar chá?

“Níveis inadequados de vitamina D em crianças podem levar a doenças ósseas, como o raquitismo. E enquanto as pessoas também podem obter vitamina D por meio da luz solar, a AAP aconselha que as crianças com menos de seis meses evitem a exposição à luz solar direta entre 10 da manhã e 16 horas, devido ao risco de câncer de pele. Entretanto, o melhor horário para sintetizar a substância é justamente entre 10 da manhã e 3 horas da tarde. Daí a importância da suplementação.

Como administrar 

O suplemento é líquido e pode ser administrado com um conta-gotas diretamente na boca do bebê”, afirma o pediatra Moises Chencinski, presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

A pesquisa publicada na revista “Annals of Family Medicine”, incluiu 140 mães que amamentavam exclusivamente seus bebês e 44 mães que davam a seus bebês leite materno e fórmulas. Todos os participantes receberam cuidados na Clínica Mayo, em Rochester, Minnesota, onde o estudo foi realizado.

Quando perguntadas sobre por que elas não deram os suplementos para seus bebês, algumas mães disseram que não sabiam sobre a recomendação e outras pensavam que o leite materno tinha tudo o que seus bebês precisam.

Vitamina D para a mãe 

Segundo o pediatra Chencinski, os pesquisadores concluíram que se as mães tomassem suplementos adicionais de vitamina D poderiam melhorar os níveis de vitamina D dos bebês.

“As mães já tomam vitaminas no pré-natal, após o parto, de modo que a vitamina D adicional pode ser incorporada na rotina de suplementação materna, mas, mesmo assim, ainda é preferível administrar a vitamina D diretamente ao bebê”, esclarece o pediatra.

+Saiba mais sobre as vitaminas essenciais para o bebê


Fonte: Moises Chencinski, pediatra e presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo. (CRM 36349)

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *