PAGE-TYPE=single

Vídeo: quais tarefas domésticas podem ser feitas no pós-parto?

A obstetra Daniela Pinheiro, do Hospital e Maternidade São Luiz, explica quais tarefas domésticas estão proibidas e comenta sobre o retorno à ginástica
0 Comentários

Após o parto, muitas mães ficam em dúvida sobre as tarefas domésticas. Afinal,  o que pode e o que não pode? A obstetra Daniela Pinheiro, do Hospital e Maternidade São Luiz , explica isso e comenta também sobre o retorno das atividades físicas após o parto.  

+Quarentena: cicatrização, sangramento, cansaço, tarefas domésticas e sexo  

Confira a entrevista e outras da Daniela Pinheiro no nosso canal de vídeo

Confira a seguir mais detalhes sobre as tarefas domésticas  
Por que o esforço atrapalha a recuperação?    

Principalmente nas primeiras duas semanas a recomendação é não fazer nenhum tipo de esforço físico grande e nem dirigir automóvel. Não precisa ficar deitada o dia inteiro, até porque a nova rotina não vai permitir. Mas precisa de alguém para ajudar nas tarefas de casa, já que o foco é o cuidado com o bebê. Precisa lavar a louça? Se estiver se sentindo bem, pode fazer atividades cotidianas leves, mas não dá para esfregar o chão e ficar subindo ou descendo escadas.

O cansaço do pós-parto tem mais a ver com a nova rotina ou é causado pelos hormônios e o parto?

É um conjunto de fatores. No pós-parto, acontecem muitas mudanças hormonais, principalmente nas primeiras semanas, além da nova rotina e as novas demandas que esse bebê vai trazer para toda a família. Infelizmente, a rotina pesada fica a cargo da mulher na maioria dos casos. Então junta o cansaço, a falta de sono, adaptação à nova rotina e preocupações com a volta do corpo e a relação com o marido.  Por isso, o período pós-parto exige uma rede de apoio familiar. Quem estiver próximo, precisa auxiliar a mulher no máximo de tarefas possíveis.


Fonte:

Daniela Pinheiro, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz (CRM/SP 125834)

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *