PAGE-TYPE=single

Parto na penumbra proporciona menos dor durante o nascimento do bebê

Estudo revelou que a técnica pode fazer o trabalho de parto correr mais naturalmente para a grávida
0 Comentários

Um ambiente com baixa iluminação pode abreviar a dor do parto. A conclusão é de um estudo da enfermeira obstetra Michelle Gonçalves da Silva apresentado à Faculdade de Enfermagem (FEnf) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O parto na penumbra faz com que a mulher fique mais tranquila, sinta menos dor e tenha o mínimo possível de emoções desagradáveis.

+Você tem medo da dor do parto?

A pesquisa observou 95 partos normais, sendo que metade dos procedimentos foi feita com iluminação normal e, a outra, na penumbra. Dessa forma, foram analisadas todas as emoções sentidas pelas gestantes, de acordo com um sistema de codificação facial desenvolvido nos Estados Unidos pelos pesquisadores norte-americanos Paul Ekman e Wallace Friesen, que idealizaram essa ferramenta para ser aplicada em diversas áreas do conhecimento.

O estudo concluiu que, durante o parto, a mulher tem uma sequência de emoções que passa por medo, surpresa, raiva e termina com alegria quando o bebê nasce. Além disso, percebeu-se que, no parto com iluminação ambiental, há uma oscilação entre as emoções muito maior do que no parto na penumbra.

+Pode comer durante o trabalho de parto?

“As mulheres chegam com muito medo ao hospital e acabam liberando adrenalina, ao invés de liberar a ocitocina (hormônio natural do parto), ficando em estado de vigilância e prontas para reagirem. Constatamos que, quando as luzes são apagadas, é possível liberar mais ocitocina, permitindo que o parto flua mais naturalmente. Afinal, um ambiente mais acolhedor humaniza o parto”, defende a enfermeira obstetra Michelle.

+Enfermeira obstetra dá apoio em partos naturais


Fonte: Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *