PAGE-TYPE=single

O bebê dorme muito e mama pouco?

Apesar de ser algo comum, situação pode causar problemas, como perda de peso

0 Comentários

Garantir alimentação e sono adequado ao recém-nascido é essencial, mesmo porque mamar e dormir representa praticamente tudo o que ele faz nos primeiros meses de vida. No entanto, sugar é um exercício e tanto e demanda muita energia. Além disso, alguns recém nascidos de baixo peso ou não podem ser muito dorminhocos. Caso o bebê durma por mais  de 4 horas seguidas, é melhor acordá-lo para mamar.

O que fazer

Algumas medidas podem ser tomadas para o pequeno não se cansar, evitando cair no sono durante a mamada. Uma dica importante é evitar outros estímulos a fim de ele focar somente na alimentação.

Caso ele tenha mamado pouco, converse com o bebê e com delicadeza faça pequenas cócegas no seu pé ou toque sua bochecha. É importante que o bebê mame até o esvaziamento do seio, já que o leite mais gorduroso está no final da mamada, sendo uma fonte essencial no ganho de peso.

Outra medida é não deixá-lo muito agasalhado ou com o xale, pois, dessa forma, a criança fica mais desperta. Também procure um lugar iluminado e massageie suas maõzinhas enquanto ele suga o seio.

E por fim, experimente posições diferentes, já que o bebê pode mamar com mais entusiasmo na posição em que ele consegue mamar mais facilmente.

+Saiba tudo sobre o sono do bebê com a especialista da Sociedade Brasileira de Pediatria


Revisado por: Juliana Bergamini de Lima, pediatra, formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Tem pós-graduação em homeopatia pela Associação Paulista de Homeopatia (APH) e atende na Clinica Joi (CRM 141033)

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *