A primeira visita ao médico deve ser realizada entre a 6ª e a 8ª semana de gestação.

Nesta consulta, o médico obstetra vai dar orientações e esclarecer suas dúvidas. Portanto, é bom levá-las anotadas. Numa gravidez normal e de baixo risco, a mulher vai a uma consulta a cada 4 semanas (uma por mês), até por volta de 32 semanas, quando começa a ir ao médico com mais frequência: a cada uma ou duas semanas, de acordo com o critério do seu obstetra. O Ministério da Saúde, por exemplo, considera 6 consultas o número mínimo para um pré-natal saudável, preferencialmente 1 no primeiro trimestre, 2 no segundo trimestre e 3 no último trimestre. Mas você pode ter bem mais do que isso, chegando a 10 a 15 consultas.

Não se preocupe com as ausências no trabalho, porque toda mulher tem direito a faltas abonadas para ir a consultas e exames do pré-natal. E o pai tem direito a até dois dias de falta, sem prejuízo do salário, para acompanhar consultas médicas e exames da companheira. No serviço público, as consultas podem ser realizadas tanto por médicos quanto por enfermeiras. As mulheres que apresentarem alguma complicação são encaminhadas ao serviço de pré-natal de alto risco.

Veja quais são os procedimentos costumeiros do médico obstetra na 1ª consulta:

– Faz a anamnese (checará o histórico médico da gestante);
– Faz exame clínico completo;
– Mede a pressão arterial;
– Pede exames de sangue de rotina e de urina;
– Pode pedir a dosagem do Beta HCG (teste de gravidez);
– Esclarece as dúvidas;
– Talvez peça uma ultrassonografia para confirma a idade gestacional.

Nas consultas seguintes, estes serão os procedimentos usuais:

– Faz o exame clínico e verifica seu peso e pressão arterial;
– Realiza a ausculta cardiorrespiratória;
– Apalpa a tireoide;
– Observa se há sinais de anemia ou inchaço;
– Mede o tamanho da barriga para verificar a altura uterina;
– Solicita e avalia o resultado de exames;
– Orienta as vacinas do pré-natal;
– Orienta quanto às questões da gravidez e do parto;
– Faz exame de toque para ver se há dilatação (somente nas últimas semanas da gravidez).

Compartilhe!