Saber o momento do início do trabalho de parto é uma questão que preocupa muitas mulheres, mas fique tranquila, você saberá quando a hora chegar.

Nos dias ou semanas que antecedem o nascimento do bebê, seu útero já está se preparando para o parto. Cerca de 15 dias antes do grande dia, a barriga da gestante toma outro formato (fica mais baixa), melhorando a respiração, mas, aumentando a frequência das micções. Perto da data, você poderá sentir a barriga endurecer, como contrações que não duram muito tempo.

Antes de pensar em sair para a maternidade, tome um banho, repouse e veja se essas contrações continuam fortes e regulares. Pode ser que ainda não seja o trabalho de parto, mas só um treino. Dias antes do parto poderá sair por sua vagina um muco grosso amarelado, como uma clara de ovo com rajas de sangue, o chamado tampão mucoso: este é um sinal de que o parto está próximo, portanto avise seu médico obstetra.

Como identificar o trabalho de parto:

O trabalho de parto pode durar em média de 8 a 24 horas. O medo e o stress podem prolongar esse período, e sentir-se tranquila e confiante pode ajudar a diminuí-lo. Portanto, não se apavore quando surgirem os primeiros sinais. Você terá tempo suficiente para se organizar e chegar ao local do parto.

Sinais que indicam o início do trabalho de parto:132.1

– Se a sua barriga endurecer a cada 5 minutos, por 30 segundos ou mais, permanecendo assim por mais de uma hora;
– Se você perder líquido pela vagina, que escorra pelas pernas, molhe a roupa ou a cama (rompimento da bolsa das águas).
– Neste caso, mesmo que não sinta as contrações, você deve ir à maternidade, pois precisa ser avaliada por um profissional.
– Se o líquido estiver amarelo, verde ou marrom, significa que contém mecônio, a primeira evacuação do bebê, que normalmente ocorre nas primeiras horas depois do parto.
– Isso pode querer dizer que o bebê está em sofrimento.

Mesmo com o rompimento da bolsa, quando o feto é prematuro, o médico consegue adiar o parto para que o bebê se desenvolva um pouco mais, já que o líquido continua a ser produzido pela placenta. No entanto, a mulher deve ficar em repouso, observando a temperatura, a cor da secreção vaginal e ser avaliada semanalmente pelo médico junto com o exame de leucograma, que pode indicar infecção da cavidade uterina onde o bebê se encontra.

Na maternidade

O trabalho de parto está efetivo quando ele entra na fase ativa, como dizem os especialistas. Isto é, quando as contrações se intensificam e ficam mais regulares. Os profissionais do parto costumam associar a fase ativa do parto à ocorrência de contrações vigorosas regulares, com cinco minutos de intervalo entre uma e outra.

Uma enfermeira obstetra ou doula usam o relógio para contar o tempo entre uma contração e outra e a duração de cada uma. Outro sinal é a dilatação, que é a abertura gradativa do colo do útero para a passagem do bebê. Para diagnosticar o trabalho de parto o colo tem que estar mais fino e acima de 3 a 4 cm de dilatação. Durante o trabalho de parto a dilatação aumenta cerca de 1 cm por hora.

O que vai acontecer quando você e seu acompanhante chegarem à maternidade?

– Um profissional vai medir sua barriga e as contrações do útero;
– Vai verificar a pressão arterial e escutar o coração do bebê;
– Irá fazer um toque vaginal para ver se já começou a dilatação (abertura) do colo de seu útero, para o bebê passar, e confirmar se você está em trabalho de parto.


Revisado por: Marcus Cavalheiro, Médico Ginecologista e Mestre em Obstetrícia pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp) (CRM/SP 30.077)