PAGE-TYPE=single

Como tirar fotos incríveis do bebê

Especialista em newborn, bebês e gestantes, fotógrafa Simone Silvério dá todas as dicas para um clique perfeito
2 Comentários

Cada sorriso do bebê vale um clique? Se fosse possível… brincadeiras à parte… os pais adoram mesmo tirar fotos dos filhos. Afinal, é uma maneira de guardar momentos felizes e únicos da família. E para produzir fotos lindas, não é necessário ter uma câmera cara, e hoje em dia, até os celulares dão conta do recado.

Segundo a fotógrafa Simone Silvério, a luz é o fator principal para uma foto de qualidade. Mas, calma, isso não exige expertise. Basta colocar o bebê próximo a uma janela, ou se não for possível, perto de um abajur ou então aproveitar a própria iluminação do ambiente.

“Evite usar o flash da própria câmera, pois deixa a imagem chapada, ou seja, sem detalhes. Sem contar que a luz forte por vezes seguidas vai deixar o bebê desconfortável. Deve-se também reparar no fundo onde a criança será posicionada. Prefira locais com paredes ou fundo liso e neutro sem muita estampa, já que o destaque é o próprio bebê. Um bom recurso é usar um cobertor ou manta esticado sobre a cama e apoiado na cabeceira. Dá um efeito ótimo e o bebê será o protagonista da foto”, indica a fotógrafa Simone.

Acompanhe mais dicas da fotógrafa:

– Escolha um momento que o bebê esteja tranquilo e alimentado, pois assim a expressão dele na foto sairá mais agradável;

– Coloque o bebê em uma posição confortável e segura. Se estiver em cima da cama, peça para alguém ficar ao lado e tirar a mão de cima dele somente na hora do clique.

– Preste atenção na sua posição na hora de clicar e observe se não há nada na frente, fazendo sombra. Certifique-se que o rosto do bebê esteja em primeiro plano (mais próximo de quem tira a foto).

– Se quiser tirar a roupa do bebê, certifique-se de que a temperatura ambiente está agradável. O ideal é entre 28 e 30 graus e sem correntes de vento.

– Se preferir deixá-lo de roupa, opte por uma roupinha lisa ou com estampas suaves. É possível incrementar o look com um cachecol, gorro, faixa na cabeça, florzinha ou outro objeto interessante para compor a cena. Mas cuidado com o seu tamanho excessivo, já que o protagonista é o bebê.

 

+ Acompanhe as melhores fotos de parto e pós-parto de 2017

Guardando a recordação

Mesmo na era das fotos digitais, é interessante imprimir as melhores fotos dos bebês, já que os arquivos digitais podem se corromper e desaparecer, fazendo com que a família perca as recordações de momentos especiais. “Tenha o hábito de escolher algo como 10 ou 12 fotos por mês (as melhores ou mais representativas), salvar em lugar separado e, de preferência, mandar imprimir em papel fotográfico. Depois de alguns anos, é uma diversão fazer uma sessão de recordações com a família em volta da mesa compartilhando as memórias”, finaliza Simone.

+ Devo postar fotos do filho na internet? 


Fonte:
Simone Silvério, fotógrafa e membro da Associação Americana de Fotógrafos Infantis e presidente da Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos (ABFRN) e autora do livro “Fotografia de bebês – Paixão e Técnica” (iPhoto Editora)

2 Comentários

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *