PAGE-TYPE=single

Cena de amamentação cruzada na novela “O Outro Lado do Paraíso” recebe alerta da Sociedade de Pediatria (SBP)

Não é recomendado que crianças sejam amamentadas por outras mães
0 Comentários

Uma cena da novela “O Outro Lado do Paraíso”, da Rede Globo, que retratou na última terça-feira (27) a chamada amamentação cruzada – quando uma mulher amamenta um bebê de outra pessoa –, causou polêmica na internet e motivou a Sociedade Brasileira de Pediatra (SBP) a divulgar um comunicado sobre os riscos e perigos da prática. Na cena em questão, a personagem Suzy, interpretada pela atriz Ellen Roche, se propõe a amamentar o bebê de outra mulher.

+ Não deixe seu filho receber leite de outra mãe

De acordo com o comunicado da SBP, a prática da amamentação cruzada não é recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e nem pelo Ministério da Saúde, por conta do risco de transmissão de doenças infectocontagiosas, como o HIV/AIDS, principalmente para as crianças.

“Toda a população deve dar suporte para as mães que amamentam e os pediatras devem ser valorizados por serem fundamentais ao orientar sobre o tema. Contudo, para tanto, é preciso evitar que práticas não recomendáveis, como é a amamentação cruzada, sejam difundidas, o que pode confundir e causar problemas de saúde graves”, disse a presidente da SBP, Luciana Rodrigues Silva.

Leite ‘fraco’

Outra afirmação da novela em relação à amamentação, de que existiria leite materno ‘fraco’, também foi rebatida pela SPB. “É importante destacar que a amamentação deve ser estimulada, pois é o único processo natural que garante acesso ao alimento completo e mais adequado para as crianças. Por isso, deve ser oferecido, de modo exclusivo, nos seis primeiros meses, podendo ser complementado a partir de então”, orienta a Sociedade.

Os pediatras da SBP lembram que é possível, sim, que crianças recebam leite de outras mulheres, porém “esse leite deve ser oriundo de uma doação a um Banco de Leite Humano, onde recebe tratamento que o deixa livre de qualquer possibilidade de transmissão de doenças”.

+ Bebês prematuros e de baixo peso se beneficiam com os Bancos de Leite


Da Redação Clickbebê

Deixe o seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *